Diverticulite Colônica

A condição médica denominada diverticulose é a formação de bolsas (divertículos) protuberantes na parede do trato digestivo. A diverticulite é a inflamação ou a infecção de várias dessas bolsas, podendo ser causada pelo acúmulo e aprisionamento de fezes dentro dos divertículos, levando à proliferação bacteriana aumentada no interior destes. Os principais locais de formação de divertículos são algumas regiões do intestino grosso, especialmente o cólon sigmoide. Entretanto, essas bolsas podem aparecer em qualquer ponto do tubo digestivo.

A formação dos divertículos ocorre principalmente em adultos em idade mais avançada, afetando principalmente a população com mais de 80 anos. É incomum o aparecimento de diverticulose em pessoas com menos de 40 anos.

Os principais fatores relacionados à diverticulose e à diverticulite são dietéticos. Alimentação pobre em fibras, comidas industrializadas e a obesidade predispõem ao surgimento dessas condições. Fatores emocionais, desequilíbrio na flora intestinal e infecção por parasitas também podem levar à diverticulite.

Alguns sinais e sintomas que podem aparecer em casos de diverticulite são:

  • Anorexia;
  • Dor abdominal no quadrante inferior esquerdo, mas que pode migrar para outras regiões do abdome;
  • Fezes amolecidas;
  • Constipação intestinal;
  • Algumas vezes, náuseas e vômitos, alterações no trânsito intestinal e sintomas urinários;

 

O diagnóstico da diverticulite é clínico, relacionando os sintomas do paciente com exames laboratoriais e de imagem. O tratamento médico é realizado com antibióticos e em alguns casos, por intervenção cirúrgica. Entretanto, algumas medidas podem ser adotadas visando prevenir o surgimento de diverticulose e consequente diverticulite, dentre elas, a adoção de uma dieta adequada e balanceada, aumentando a ingesta de fibras (arroz, milho, cereais, pães e biscoitos integrais, frutas como a maçã, ameixa, banana, abacaxi e outras) e reduzindo o consumo de alimentos industrializados, como embutidos (salsicha, por exemplo). É importante também que o paciente fique atento aos sintomas e procure o atendimento médico quando necessário, principalmente na presença fatores de risco, como idade mais avançada e dieta pobre em fibras.

 

Fonte:

Henrique Gonçalves de Azevedo,

Acadêmico de medicina e estagiário da clínica CAD.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Nossa equipe de atendimento está aqui para lhe atender!
WeCreativez WhatsApp Support
Atendimento Para Consultas
AGENDE UMA CONSULTA
Acessível
WeCreativez WhatsApp Support
Atendimento Para Exames
AGENDE UM EXAME
Acessível